Menu

Em 1998, Júlio Flávio Lacerda, idealizador da Cidade Refúgio, iniciou um trabalho com um grupo de missionários voluntários nas ruas da capital mineira. Durante a madrugada saiam para abordar pessoas em situação de rua com o intuito de levar o amor de Deus e ampará-los com a doação de roupas e alimentos.

A partir disso, começaram a surgir solicitações de abrigo, no entanto, não possuíam condições financeiras ou qualquer estrutura para que pudessem recebê-los. Mas dada essa necessidade, reuniram-se com lideranças de igrejas locais e conseguiram o apoio necessário para criar uma unidade terapêutica, que chegou a ter 15 internos. E a demanda continuava a crescer, porém, o espaço já não comportava mais e foram sendo abertas outras casas, até alcançar um total de 19 unidades e 600 internos.  Contudo, as despesas eram altas e faltavam voluntários suficientes para atender aos abrigados.

Portanto, no ano 2000, diante de uma infinidade de problemas para seguir em frente, inclusive, de lidar com a carga emocional e comportamental que traziam das ruas, Júlio decidiu se colocar no lugar deles e passar três dias e três noites como andarilho nas ruas de Belo Horizonte, afim de sentir na própria pele, frio, fome e medo. Motivos pelos quais uma parcela significativa acaba por abusar de álcool e drogas. Contudo, ele se surpreendeu ao sentir mais dor pelo olhar de desprezo e repulsa da sociedade do que por qualquer outra coisa. E trouxe consigo da experiência que dentro de cada pessoa em situação de rua, existe um sentimento profundo de rejeição, uma história de abandono e falta de apoio familiar.

Desde então, surgiu o desejo de criar um projeto que pudesse fornecer mais do que simplesmente comida e moradia, que fosse capaz de restituir a dignidade, dar apoio psicológico, resgatar a autoestima, ajudar  a libertar dos vícios e propiciar qualificação profissional, para conceder a possibilidade de reinserção social de cada um.

Desejo que foi sendo alimentado ao longo de anos, até que em 2008, Júlio Flávio finalmente conseguiu fundar a Escola de Empreendedorismo Social Cidade Refúgio, totalmente desvinculada de qualquer instituição religiosa e sem pertencer a nenhuma denominação específica. Embora, tenha como um dos pilares educacionais, desenvolver a fé e a crença em Deus, como criador do universo e único e suficiente salvador.

A unidade provisória de atendimento foi instalada em uma fazenda na Serra da Piedade, no município de Caeté, região metropolitana de Belo Horizonte. Mas atualmente, encontra-se estabelecida na área rural da cidade de Sabará, em Minas Gerais. E toda a provisão para tornar esse sonho possível, provém de instituições privadas e pessoas de bom coração que dadivosamente fazem doações de roupas, alimentos, produtos de higiene, mobiliários, materiais de construção e recursos financeiros.

 

Colabore com este Projeto!
Donation Project
Donation Amount R$
Contribua via PagSeguro
Você também pode realizar sua contribuição por meio do PagSeguro, utilizando cartão de crédito ou boletos. Clique na imagem abaixo!

Arquivo
novembro 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930